A Cofina vai propor a realização de um aumento de capital no valor de 85 milhões de euros para financiar a compra da Media Capital, empresa que detém a TVI.

Em comunicado a empresa liderada por Paulo Fernandes acrescenta que a operação será proposta à assembleia geral quando estiverem definidos os termos e condições. Ou seja, para já não é referido se esta operação será feita em mercado e subscrita pelos atuais acionistas ou se poderá ser realizada através de uma colocação privada.

Quando anunciou a compra da Media Capital, a Cofina admitia já este cenário, bem como a entrada de novos investidores no seu capital, ainda que não estivesse prevista a perda de controlo. Entre os nomes que estarão na calha para participar nesta operação está o do empresário Mário Ferreira, conhecido pelo negócio de cruzeiros no rio Douro.

A Cofina chegou a acordo com a espanhola Prisa para adquirir a Media Capital. A operação valoriza a empresa em 255 milhões de euros, mas o esforço financeiro a assumir pela dona do Correio da Manhã será de 181 milhões de euros, o que inclui a oferta pública de aquisição sobre as ações dispersas na bolsa.