Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

Um homem de 39 anos foi detido pela Polícia Judiciária (PJ) pela presumível prática de vários crimes de abuso sexual de crianças e de pornografia de menores, anunciou esta quarta-feira aquela força policial.

Os crimes terão ocorrido em Coimbra, explica a PJ em comunicado, e o homem conhecia a vítima, uma vez que foram vizinhos. O homem mantinha também com a família da criança uma relação de proximidade. A vítima mudou de casa, mas o agressor manteve o contacto: através da internet, pedia à criança para se expor sexualmente via webcam e fotografias. A PJ adianta que a criança obedeceu.

A PJ apreendeu também “milhares de ficheiros contendo fotografias e vídeos de pornografia envolvendo crianças”. O arguido navegava ainda na dark web para fazer contactos e visitar sites onde se expõem e trocam ficheiros desta natureza.

O homem foi “presente a primeiro interrogatório judicial, tendo-lhe sido aplicada a medida de coação de apresentações periódicas junto das autoridades”, conclui o comunicado.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR