Duas pessoas morreram, no norte da Alemanha, devido a listeriose, depois de terem consumido produtos da empresa de carnes Wilke Wurstwaren nos quais a presença da bactéria foi detetada, foi anunciado esta quarta-feira.

Segundo Reinhardt Kubat, chefe do distrito de Waldeck-Falkemberg, o instituto de virologia de Berlim Roberta Koch (RKI) estabeleceu uma “relação direta” entre as duas mortes e o consumo de produtos da empresa de carnes, imediatamente fechada por ordem veterinária, estabelecendo uma probabilidade de 99,6%.

Em agosto passado, em Espanha, o surto de listeriose atingiu 214 pessoas, causou três mortes e provocou sete abortos, de acordo com dados oficiais.

Espanha com 34 pessoas hospitalizadas por listeriose e 214 casos confirmados

No caso alemão, Reinhardt Kubat explicou que foi iniciada uma campanha para remover do mercado os produtos da empresa de carnes, que tem mais de 80 anos e opera também fora da Alemanha, com exceção das conservas, informou esta quarta-feira o jornal regional Hessische-Niedersächsische Allgemeine”.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

O jornal relata que as vítimas são dois idosos do Estado federado de Hesse, no oeste da Alemanha, e acrescenta que 37 outros casos de pessoas doentes estão a ser estudados por poderem estar relacionados com o consumo de produtos de carne daquela empresa.

Em março passado, a presença da listeriose foi relatada num produto da Wilke Wurstwaren vendido em Hamburgo, no norte do país, e em maio um segundo caso foi registado em Baden-Wurttemberg, no sul, tendo sido efetuada uma desifeção geral na empresa.

Contudo, até ao momento não foi possível encontrar a fonte contaminada, embora existam as suspeitas de que possam ser as cinco máquinas de corte, pois nessa área, considerada de alto risco, foi detetada a presença da bactéria, segundo o veterinário Martin Rintelen.

Os técnicos indicam também a possibilidade de os produtos serem contaminados através da água, tendo a bactéria sido detetada em produtos fatiados, como salame para pizza e salsichas.

A listeriose é uma infeção causada pela bactéria ‘Listeria monocytogenes’, habitualmente associada ao consumo de alimentos contaminados. De acordo com informação disponível no site SNS24 do Serviço Nacional de Saúde português, a listeriose pode causar febre, calafrios, dores musculares, enjoo, vómitos e diarreia.

Não são conhecidos casos em Portugal.