O Salão de Tóquio, que se realiza de dois em dois anos, é um dos certames dedicados ao automóvel mais importantes para os construtores japoneses. A Nissan não é excepção, com a marca nipónica a preparar-se para aí apresentar várias novidades, onde se incluirá o concept de um kei car 100% eléctrico.

Denominado IMk, trata-se de um protótipo de um citadino, precisamente o segmento onde se concentrarão as propostas mais acessíveis a bateria. Com medidas que o colocarão à vontade no tráfego urbano (3,4 metros de comprimento), o concept nipónico tem a particularidade de estrear uma plataforma e exibir uma estética bastante futurista. Talvez excessivamente, mas é claro o enfoque em explorar ao máximo a habitabilidade. Daí a frente alta e estreita, onde pontua a iluminação LED, com direito até a apontamentos luminosos na extremidade da grelha. Visto de perfil, o destaque vai para a linha de cintura elevada e para a ampla superfície envidraçada, encimada por um tejadilho sem grandes concessões ao estilo, justamente para favorecer a sensação de espaço a bordo. Na secção traseira repete-se a mesma solução da frente (alta e estreita), com ênfase na verticalidade, inclusivamente no óculo, que é quase a direito.

5 fotos

A Nissan ainda não se pronunciou acerca da possibilidade deste concept vir a servir de base para um eléctrico de produção em série, mas correm rumores de que se destinará ao mercado asiático. Se assim for, o mais certo é que abandone os rasgos mais futuristas, nomeadamente as câmaras que ocupam o lugar dos tradicionais espelhos retrovisores exteriores. Isto sobretudo por uma questão de custos, pois a legislação japonesa já permite esta solução que favorece a aerodinâmica.

A marca também ainda nada adiantou em concreto acerca do conjunto eléctrico, limitando-se a anunciar que o IMk oferece “tecnologias de ponta e uma poderosa aceleração eléctrica, num chassi compacto que desvenda o futuro dos caminhos da Nissan”. Mas é quase garantido que o kei car herda soluções do Leaf. Está equipado com as mais recentes tecnologias de assistência ao condutor Nissan ProPILOT e recursos de conectividade ininterrupta, tendo por desígnio… acabar com o nervosismo. Pelo menos, é assim que a Nissan descreve o IMk: “Mais do que apenas um veículo urbano funcional, é um automóvel projectado para reduzir o stress do condutor, oferecendo emoção e confiança.” Talvez o Salão de Tóquio venha a esclarecer o que quer que seja que isto significa.