Dentro de 14 dias, a Volvo revelará ao público o seu primeiro modelo movido exclusivamente a electricidade. Para se estrear na mobilidade zero emissões, o fabricante nórdico elegeu o XC40. Porém, quando anunciou a data de apresentação da variante eléctrica do SUV, a Volvo tratou logo de realçar que esta proposta não se limitaria a trocar o motor a combustão por motores eléctricos, antes terá várias alterações estruturais e mesmo de design, sempre com o intuito de posicionar o modelo como “um dos automóveis mais seguros do mercado”. Em termos práticos, essa directiva acaba de ganhar forma com a revelação de esboços do XC40 a bateria, numa estratégia que pretenderá animar a espera até 16 de Outubro.

As imagens divulgadas pela marca mostram várias mudanças na imagem do SUV escandinavo, desde logo à frente, onde a tradicional grelha é substituída por outra fechada (não há necessidade de refrigerar a mecânica) e na cor da carroçaria, que integra os sensores que permitirão ao XC40 eléctrico ser dos modelos mais avançados da Volvo no que toca aos sistemas de assistência à condução. Por outro lado, ficamos ainda a saber que o construtor sueco alinha pelo conjunto dos fabricantes que aproveitam o espaço disponível para oferecer uma frunk, uma mini bagageira sob o capot da frente, com uma capacidade de aproximadamente 30 litros. De resto, segundo a marca, também no interior os espaços para arrumação foram reforçados, surgindo igualmente um novo painel de instrumentos digital, para exibir os dados relativos à motorização eléctrica.

A um habitáculo mais funcional juntar-se-ão mais opções a nível de personalização. O XC40 eléctrico vai estar disponível com dois tipos de jantes de 19 e 20 polegadas e oito cores para a carroçaria, sendo o tejadilho preto de série, para um efeito contrastante.

Quanto ao conjunto que accionará o SUV ainda nada foi revelado, pelo que a única referência continua a ser o Polestar 2, que assenta na mesma plataforma (CMA). Recorde-se que o fastback 100% eléctrico conta com uma bateria de 78 kWh e anuncia 500 km de autonomia.