440kWh poupados com o Logótipo da MEO Energia Logótipo da MEO Energia
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Reduza a sua pegada ecológica.
Saiba mais

Logótipo da MEO Energia

Adere à Fibra do MEO com a máxima velocidade desde 29.99/mês aqui.

Paris. Quatro polícias mortos por atacante que já foi abatido

Este artigo tem mais de 2 anos

Homem armado com uma faca entrou esta quinta-feira na sede da polícia em Paris e atacou cinco agentes, matando quatro, antes de ser abatido.

i

Twitter

Twitter

Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

Um homem armado com uma faca entrou esta quinta-feira na sede da polícia em Paris e atacou cinco polícias. O homem já foi abatido, noticiam vários órgãos de comunicação social franceses e internacionais. O Le Figaro adianta, citando fonte policial, que quatro dos agentes morreram. O homem, que era funcionário administrativo e trabalhava na sede, terá perdido o controlo aquando da investida.

O mesmo jornal francês identifica o agressor como um homem de 45 anos, portador de uma deficiência, o qual foi abatido pelas autoridades.

O ataque ocorreu cerca das 13h locais (12h em Lisboa). A estação de metro “Cité”, que fica perto do local, foi encerrada.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Foi criado um perímetro de segurança em redor da sede da polícia, situada no centro histórico da capital francesa, sendo que uma dúzia de veículos dos bombeiros encontram-se no local.

O ministro do Interior francês, Christophe Castaner, adiou uma visita à Turquia e visitou o local do ataque, garante o Le Figaro, bem como o primeiro-ministro e o presidente Emmanuel Macron.

Segundo a BBC, Anne Hidalgo, presidente da Câmara Municipal de Paris, confirmou a morte de “várias pessoas” na sequência do ataque desta quinta-feira, 3 de outubro. “Paris está de luto depois deste terrível ataque”, escreveu ainda Hidalgo na rede social Twitter.

A página está a demorar muito tempo.

Ofereça este artigo a um amigo

Enquanto assinante, tem para partilhar este mês.

A enviar artigo...

Artigo oferecido com sucesso

Ainda tem para partilhar este mês.

O seu amigo vai receber, nos próximos minutos, um e-mail com uma ligação para ler este artigo gratuitamente.

Ofereça artigos por mês ao ser assinante do Observador

Partilhe os seus artigos preferidos com os seus amigos.
Quem recebe só precisa de iniciar a sessão na conta Observador e poderá ler o artigo, mesmo que não seja assinante.

Este artigo foi-lhe oferecido pelo nosso assinante . Assine o Observador hoje, e tenha acesso ilimitado a todo o nosso conteúdo. Veja aqui as suas opções.

Atingiu o limite de artigos que pode oferecer

Já ofereceu artigos este mês.
A partir de 1 de poderá oferecer mais artigos aos seus amigos.

Aconteceu um erro

Por favor tente mais tarde.