A Universidade de Coimbra (UC) recebe, em novembro de 2020, a cerimónia do Conselho Cultural Mundial, onde são entregues os prémios Albert Einstein, José Vasconcelos e Leonardo da Vinci, foi esta sexta-feira anunciado.

Em comunicado enviado à agência Lusa, a UC, que recorda que é a primeira vez que o evento decorre em Portugal, adianta que o anúncio da escolha foi feito esta sexta-feira pelo presidente do Conselho Cultural Mundial, Colin Blakemore, durante a cerimónia deste ano, que decorreu na Universidade de Tsukuba (Japão).

Os prémios deste ano incluíram a entrega do Prémio Mundial de Artes Leonardo da Vinci ao produtor de cinema Paulo Branco (o primeiro português a ser laureado).

“A UC junta-se a instituições como o Massachusetts Institute of Technology, a Universidade de Oxford ou a Universidade de Princeton na lista de anfitriões do certame”, salienta o comunicado.

O reitor da universidade, Amílcar Falcão, citado na nota, refere que “será uma honra” para a instituição receber a cerimónia: “Os objetivos do Conselho Cultural Mundial representam os mesmos princípios que estimamos enquanto instituição centenária, que vai celebrar os seus 730 anos precisamente em 2020″.

O Conselho Cultural Mundial é uma organização internacional sem fins lucrativos, fundada no México, em 1982, por um grupo de 124 cientistas, académicos, presidentes de universidades e executivos dos cinco continentes, com a missão de promover uma cultura de tolerância, paz e fraternidade.

Desde 1984 que a instituição realiza cerimónias anuais para atribuir o Prémio Mundial de Ciências Albert Einstein, o Prémio Mundial de Educação José Vasconcelos e o Prémio Mundial de Artes Leonardo da Vinci, que já distinguiram largas dezenas de cientistas, académicos e artistas de relevo mundial.