Quatro dirigentes da UNITA, Alcides Sakala, Kamalata Numa, José Pedro Catchiungo e Raul Danda formalizam esta segunda-feira a sua candidatura à liderança do partido, segundo a comissão organizadora do XIII Congresso Ordinário do partido.

Depois do deputado e porta-voz do grupo parlamentar Adalberto da Costa Júnior, na sexta-feira, entregam esta segunda-feira as candidaturas mais quatro dirigentes: o deputado AlcidesSakala, porta-voz e secretário para as relações internacionais da UNITA (12h), o general na reserva e membro do comité permanente da comissão política da UNITA, Kamalata Numa (15h ), o deputado e primeiro vice-presidente da bancada, José Pedro Catchiungo (16h) e o deputado e vice-presidente da UNITA, Raul Danda (17h).

Os aspirantes à sucessão do atual presidente, Isaías Samakuva, que está à frente do partido do “Galo Negro” há 16 anos, podem formalizar as candidaturas até às 00h desta segunda-feira.

Os candidatos têm de cumprir uma série de requisitos, entre os quais a entrega de mil assinaturas, incluindo pelo menos 50 em cada província. Além disso, precisam de entregar mais 100 assinaturas dos membros da comissão política da UNITA (União Nacional para a Independência Total de Angola).

As candidaturas serão avaliadas pela comissão de mandatos e os candidatos elegíveis serão anunciados no dia 11 de outubro. Só depois desta data se saberá quem irá disputar as eleições.

O novo presidente do maior partido da oposição angolana da UNITA irá a votos durante o XIII Congresso Ordinário da UNITA, que se realiza entre 13 e 15 de novembro, em Luanda.