A Volkswagen está numa fase de profunda renovação interna e faz questão de passar essa imagem para o exterior. Depois de fazer coincidir o anúncio da mudança do logótipo da marca com o início da sua ofensiva eléctrica, uma vez apresentado o hatchback ID.3 foi chegada a altura de estender o refresh de imagem à letra que é sinónimo de desportivo no construtor alemão. O “R”, que identifica a família de modelos mais radicais da Volkswagen, também vai mudar, com as alterações a estenderem-se inclusivamente à gama R-Line, de aparência mais desportiva mas sem os motores mais potentes e a tracção às quatro rodas que caracterizam as propostas R.

Nas palavras do director de design da Volkswagen, Klaus Bischoff, o novo layout do R visa destacá-lo e conferir-lhe “mais carisma”, em sintonia com a nova insígnia da Volkswagen. No novo emblema, o R surge mais alongado, colocando em evidência o contraste entre o arranjo horizontal e as linhas mais curvas, para sublinhar o enfoque mais dinâmico dos modelos que o exibem.

3 fotos

O responsável pela Volkswagen R é Josh Capito, que assume um reposicionamento da divisão desportiva:

O novo logótipo para os modelos R e R-Line também anda de mãos dadas com o realinhamento da marca Volkswagen R. Toda a nossa equipa está a trabalhar intensamente na imagem da marca e do produto.”

Actualmente, a gama R está limitada às versões mais musculadas do Golf e do T-Roc. Contudo, são esperadas novidades em breve, desde um novo Touareg R (para ocupar o lugar do antigo R50) ao Arteon R. Neste último caso, corre o rumor que o fastback alemão pode montar o motor VR6 turbo recentemente desenvolvido, capaz de debitar uma potência superior a 400 cv. Também se fala na possibilidade de o próprio ID.3 vir a ganhar uma versão R. Mas, por enquanto, a única confirmação oficial é que o redesenhado emblema vai ser apresentado já no próximo dia 11 de Outubro, nos Estados Unidos, com o lançamento do Atlas Cross Sport R-Line.