481kWh poupados com o Logótipo da MEO Energia Logótipo da MEO Energia
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Reduza a sua pegada ecológica.
Saiba mais

Logótipo da MEO Energia

Adere à Fibra do MEO com a máxima velocidade desde 29.99/mês aqui.

Cancelados dois jogos do mundial de râguebi por causa de super tufão Hagibis

Este artigo tem mais de 2 anos

O super tufão poderá ser um dos mais fortes a atingir o Oceano Pacífico e deverá chegar a Tóquio este fim de semana. Jogos Inglaterra-França e Escócia-Japão podem ser cancelados ou mudar de estádio.

Este é "um dos ciclones tropicais mais poderosos este ano", uma vez que deverão provocar ventos que podem chegar aos 160 quilómetros por hora
i

Este é "um dos ciclones tropicais mais poderosos este ano", uma vez que deverão provocar ventos que podem chegar aos 160 quilómetros por hora

Simon King/Twitter

Este é "um dos ciclones tropicais mais poderosos este ano", uma vez que deverão provocar ventos que podem chegar aos 160 quilómetros por hora

Simon King/Twitter

Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

A organização do Mundial de Râguebi anunciou esta quinta-feira o cancelamento de dois jogos devido ao tufão que deve atingir o Japão este fim de semana: Inglaterra-França e Nova Zelândia-Itália, agendados para sábado em Yokohama e Toyota.

O super tufão Hagibis, que poderá ser um dos mais violentos tufões a afetarem o Japão já este fim de semana, está também a ameaçar o Escócia-Japão, previsto para domingo. No entanto, este jogo do campeonato que se realiza em território japonês ainda não sofreu alterações.

Este tufão, atualmente na categoria 5 (a categoria máxima de intensidade ciclónica), está a ser apontado como um dos mais fortes a atingir o Oceano Pacífico e dirige-se neste momento para o sudeste do país, atingindo Tóquio este fim de semana, conta o The Guardian. A organização do evento marcou uma conferência de imprensa para esta quinta-feira com o objetivo de revelar que decisão foi tomada sobre esta questão, uma vez que estes dois jogos a contar para a qualificação para os quartos de final da competição foram dos mais bem sucedidos em termos de bilheteiras.

À BBC, o meteorologista Simon King referiu que este é “um dos ciclones tropicais mais poderosos este ano”, uma vez que deverá provocar ventos que podem chegar aos 160 quilómetros por hora, seguido de chuvas torrenciais. Um tufão é a mesma coisa que um furacão e um ciclone, mas chama-se assim porque é um fenómeno meteorológico que ocorre no Oceano Pacífico Norte, na região Oeste dos Estados Unidos, Japão e China. É a pior tempestade que pode haver no planeta Terra.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

“O tufão vai começar a enfraquecer à medida que continua a sua rota para norte. No entanto, as previsões do centro de alerta de tufões e do serviço meteorológico japonês sugerem que chegará ao sul de Honshu, ao redor da área de Tóquio, no sábado”, acrescentou o meteorologista.

A organização do campeonato sublinhou que a segurança do público e das equipas “são a prioridade número um”, acrescentando que existem “planos robustos de contingência para a realização dos jogos”, mas que estes apenas serão ativados “se for garantida a segurança das equipas, dos adeptos e dos funcionários”.

De acordo com a BBC, uma das opções em cima da mesa para outros locais onde realizar o jogo passa por Oita, a cerca de 900 quilómetros de Yokohama e com um estádio que apenas tem capacidade para 40 mil pessoas, comparando com os cerca de 72 mil que Yokohama aguenta.

Em perigo estará também a realização do Grande Prémio de Fórmula 1 de Suzuka, que decorre no domingo.

(Artigo atualizado às 08h10 de quinta-feira)

A página está a demorar muito tempo.

Ofereça este artigo a um amigo

Enquanto assinante, tem para partilhar este mês.

A enviar artigo...

Artigo oferecido com sucesso

Ainda tem para partilhar este mês.

O seu amigo vai receber, nos próximos minutos, um e-mail com uma ligação para ler este artigo gratuitamente.

Ofereça artigos por mês ao ser assinante do Observador

Partilhe os seus artigos preferidos com os seus amigos.
Quem recebe só precisa de iniciar a sessão na conta Observador e poderá ler o artigo, mesmo que não seja assinante.

Este artigo foi-lhe oferecido pelo nosso assinante . Assine o Observador hoje, e tenha acesso ilimitado a todo o nosso conteúdo. Veja aqui as suas opções.

Atingiu o limite de artigos que pode oferecer

Já ofereceu artigos este mês.
A partir de 1 de poderá oferecer mais artigos aos seus amigos.

Aconteceu um erro

Por favor tente mais tarde.

Atenção

Este artigo só pode ser lido por um utilizador registado com o mesmo endereço de email que recebeu esta oferta.
Para conseguir ler o artigo inicie sessão com o endereço de email correto.