A apresentação da versão exclusivamente bateria do XC40 a bateria está agendada para 16 de Outubro. Mas, até lá, é de esperar que a Volvo mantenha a estratégia de ir revelando, pouco a pouco, as novidades incorporadas no seu primeiro automóvel 100% eléctrico, o XC40.

O construtor sueco acaba de anunciar que o sistema de infoentretenimento vai oferecer uma integração total do Android Automotive OS, o que significa que o XC40 eléctrico vai receber actualizações em tempo real do Google Maps e Google Assistant e das várias aplicações disponíveis no Google Play. Além de colocar à disposição uma lista quase infindável de funcionalidades, a nova plataforma multimédia também oferecerá numerosas opções de personalização, segundo o fabricante sueco, e integrará o já conhecido Volvo On Call. Só que, neste caso, o condutor não vai poder apenas encontrar o seu SUV no parque de estacionamento ou partilhá-lo recorrendo a uma chave digital, pois às funções “clássicas” juntar-se-á a monitorização do estado da bateria e da evolução do processo de recarga. Como convém, aliás, num veículo eléctrico.

Os futuros condutores do XC40 eléctrico vão poder controlar a temperatura a bordo, definir um destino, escolher uma música no Spotify ou mandar mensagens escritas, por exemplo, sem retirar as mãos do volante, graças ao Google Assistant. Tudo isto contribuirá para deslocações mais seguras, com o Google Maps a ser outra ferramenta essencial no domínio da segurança, pois os dados actualizados em tempo real não vão servir apenas para informar o condutor do trajecto mais rápido. De acordo com o fabricante de Gotemburgo, as informações permanentemente actualizadas irão ser aproveitadas para “melhorar os sistemas de assistência ao condutor”.

Finalmente, vamos dar aos nossos clientes, no carro, a mesma experiência a que eles já estão habituados no smartphone, embora adaptada a uma interacção que não coloque em causa a segurança enquanto conduzem”, realça o director de Tecnologia da Volvo Cars, Henrik Green.

Outra das novidades, no domínio da conectividade, prende-se com as actualizações over-the-air. Até agora, os Volvo já as faziam, mas apenas para aplicações e mapas. O XC40 eléctrico estreará as actualizações para software e sistema operativo, à semelhança daquilo que a Tesla já faz há bastante tempo. “Ao conseguirmos remotamente fazer praticamente tudo, desde a manutenção ao fornecimento de novos recursos, o XC40 não fica para trás. Pode continuar tão actual como qualquer outro produto digital”, sublinha Henrik Green.