Podia ser mais um caso de uma zanga que torna amigas em inimigas, mas a diferença, além da exposição pública, está na forma como tudo se desenvolveu. Coleen Rooney, mulher do jogador de futebol Wayne Rooney, está esta semana no centro das atenções por ter iniciado uma “operação” para descobrir quem era a pessoa que revelava detalhes sobre a sua vida privada ao jornal tabloide britânico The Sun. Método? Stories do Instagram. Conclusão: a culpada será Rebekah Vardy, mulher do jogador Jamie Vardy.

“Durante alguns anos, alguém em quem confiava para me seguir na minha conta pessoal do Instagram informou consistentemente o jornal The Sun das minhas publicações e stories privadas. Tem havido muita informação revelada sobre mim, os meus amigos e a minha família, sempre sem a minha permissão ou conhecimento”, começou por escrever Coleen Rooney na sua conta do Instagram, onde revelou como chegou à conclusão de que quem partilhava as informações sobre a sua vida privada seria a amiga Rebekah Vardy.

Há cinco meses, Coleen decidiu iniciar oficialmente a descoberta da “toupeira”. Para isso, alterou as definições do seu Instagram e indicou que apenas uma pessoa poderia ver os seus instastories: Rebekah Vardy. “Por várias razões, já tinha uma suspeita”, explicou a mulher do ex-capitão da seleção nacional inglesa e estrela do Manchester United.

A partir daí, Coleen Rooney começou apenas a publicar stories onde contava episódios falsos da sua vida familiar, como a história de que estaria desesperada para ter uma quinta filha e, por isso, tinha viajado para o México para um “tratamento de seleção de género de 10 mil dólares”. E mais dois exemplos: que estaria a planear regressar à televisão e que a sua nova casa em Manchester teria inundado. Todas estas notícias acabaram por ser publicadas no The Sun, que citava sempre uma fonte anónima.

A mulher de Wayne Rooney percebeu que a responsável pela divulgação destas histórias terá sido Rebekah Vardy, uma vez que ela era a única pessoa autorizada a ver as suas stories. “Tem sido difícil manter isto para mim e não fazer qualquer comentário, especialmente quando as histórias foram reveladas. No entanto, tinha de o fazer. Agora sei ao certo de que conta/pessoa elas vêm”, acrescentou na nota publicada nas redes sociais.

Depois de saber desta história, Rebekah Vardy publicou uma mensagem no Twitter onde desmente ter falado com jornalistas sobre a vida privada de Coleen e indicou que “várias pessoas” acedem à sua conta do Instagram. “Como acabei de te dizer por telefone, gostava que me tivesses ligado se pensaste isto. Nunca falei com ninguém sobre ti e vários jornalistas que me perguntaram ao longo dos anos podem prová-lo”, escreveu.

Rebekah Vardy explicou ainda que “só esta semana” percebeu que “seguia pessoas que não conhecia”. “Não preciso de dinheiro, o que podia ganhar ao divulgar histórias sobre ti?”, questionou, relembrando ainda que o facto de estar “muito grávida”.

Já o The Sun publicou uma nota informativa na notícia sobre as histórias falsas, onde indicou que a mulher de Rooney inventou as histórias publicadas e que o jornal não vai revelar a fonte que as partilhou.