O tenista sérvio Novak Djokovic vai perder a liderança do ranking mundial para o espanhol Rafael Nadal, depois de ter sido eliminado pelo grego Stefanos Tsitsipas nos quartos de final do Masters 1.000 de Xangai.

Atual número dois mundial, Nadal vai aproveitar os pontos não defendidos por Djokovic, que não vai jogar nas duas próximas semanas, e vai subir ao topo da hierarquia em 4 de novembro, apresentando-se como primeiro cabeça de série nas ATP Finals.

Campeão em Xangai em 2018, Djokovic foi surpreendido por Tsitsipas, sétimo do mundo, por 3-6, 7-5 e 6-3, em duas horas e três minutos.

Com a qualificação para as meias-finais, o vencedor do Estoril Open assegurou a presença nas ATP Finals, que juntam os oito melhores tenistas do ano em Londres, de 10 a 17 de novembro.

Nas meias-finais, Tsitsipas vai encontrar o russo Daniil Medvedev, quarto do mundo, que esta sexta-feira afastou o italiano Fabio Fognini, 12.º, por 6-3 e 7-6 (7-4), em uma hora e 27 minutos.

O suíço Roger Federer, número três mundial, também foi afastado, ao perder com o alemão Alexander Zverev, sexto da hierarquia, por 6-3, 6-7 (7-9) e 6-3, em duas horas e cinco minutos.

Federer, que procurava a 67.ª meia-final em torneios da categoria Masters 1.000, ainda salvou cinco match points no segundo set, mas acabou por ser derrotado.