As organizações humanitárias Médicos sem Fronteiras e SOS Mediterranée informaram este domingo que resgataram 74 migrantes num barco de borracha no Mar Mediterrâneo, na costa da Líbia.

As duas organizações não-governamentais (ONG) declararam que o seu navio Ocean Viking resgatou os migrantes na manhã de hoje, a cerca de 80 quilómetros da costa da Líbia, perto de um campo de petróleo.

As ONG referiram ainda que entre os migrantes resgatados estão seis crianças.

Ainda hoje, as autoridades da Tunísia relataram ter travado um barco de traficantes que transportava 110 migrantes para a Itália.

O Ministério do Interior da Tunísia informou que três navios da guarda costeira perseguiram o barco depois deste ter partido na noite de sexta-feira da cidade de Sfax.

Os oficiais da guarda costeira abordaram o barco dos traficantes através dos altifalantes e foram recebidos com disparos. Dois polícias ficaram feridos e as janelas do seu barco ficaram partidas.

A guarda costeira acabou por forçar o barco dos traficantes a voltar para a Tunísia e resgatou 25 migrantes que haviam pulado no mar.