António Saraiva, o atual presidente da Confederação Empresarial de Portugal (CIP), vai voltar a candidatar-se para o quarto e último mandato, avança o jornal Expresso. A recandidatura só é possível devido a uma alteração aos estatutos que será apreciada numa assembleia geral marcada para o próximo dia 11 de novembro.

Na reunião do conselho geral da CIP, na semana passada, os 35 participantes apelaram a uma recandidatura de António Saraiva — à qual o atual presidente se disponibilizou. Porém, apenas para mais um mandato.

Os 3 desejos dos patrões para o OE: “Não subam impostos”, “não aumentem impostos” e “não subam a carga fiscal”

Esse novo mandato será o quarto — o que não está previsto nos estatutos da CIP, que apenas admitem três mandatos consecutivos, para os elementos da assembleia geral, conselho fiscal e presidente do conselho geral.

Para que a recandidatura fosse possível, era necessário, no entanto, mudar os estatutos da CIP. Para isso, nessa mesma reunião, o Conselho Geral votou uma proposta de revisão os estatutos para permitir o quarto mandato de três anos. Essa alteração será apreciada numa assembleia geral marcada para o próximo dia 11 de novembro.