A empresa Transtejo, responsável por ligações fluviais no rio Tejo, anunciou esta segunda-feira que está prevista uma paralisação das carreiras ao início tarde de terça-feira devido a uma assembleia-geral de trabalhadores.

Segundo a empresa, está prevista a “interrupção temporária de serviço” nas ligações fluviais de Cacilhas, Montijo, Seixal e Trafaria com Lisboa, devido à assembleia-geral, convocada pela Comissão de Trabalhadores da Transtejo.

As ligações fluviais vão começar a parar pelas 13h e devem ser retomadas a partir das 17h55.

“Em caso de paralisação do serviço regular, os terminais e estações serão encerrados, nos períodos indicados, por questões de segurança”, explica a Transtejo, numa mensagem colocada na sua página na internet.

A empresa acrescenta que por “motivos de manutenção operacional e de realização de assembleia-geral de trabalhadores Transtejo”, o serviço de transporte de veículos na ligação entre Trafaria-Porto e Brandão-Belém vai estar interrompido na terça-feira entre as 10h e as 18h30.