O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, condecorou esta segunda-feira o presidente da Assembleia Legislativa da Madeira, Tranquada Gomes, com a Grã-Cruz da Ordem do Infante D. Henrique.

O Presidente Marcelo Rebelo de Sousa recebeu no Palácio de Belém, em audiência para a apresentação de cumprimentos de despedida, o presidente da Assembleia Legislativa da Região Autónoma da Madeira, José Lino Tranquada Gomes, o qual foi agraciado com a Grã-Cruz da Ordem do Infante D. Henrique”, refere uma mensagem divulgada na página na internet da Presidência da República.

Tranquada Gomes, advogado, é deputado na Assembleia Legislativa da Região Autónoma da Madeira desde 1988 e chegou a ser vice-presidente e presidente do Grupo Parlamentar do PSD/Madeira. É, desde abril de 2015, presidente da Assembleia Legislativa da Madeira.

Nas eleições regionais de 22 de setembro, o PSD perdeu a maioria absoluta com que governou a região ao longo de 43 anos, elegendo 21 dos 47 deputados da Assembleia Legislativa, situação que motivou o convite ao CDS-PP para formar um governo de coligação e garantir a maioria absoluta de 24 mandatos.

O centrista José Manuel Rodrigues foi proposto por 15 deputados para ser o próximo presidente da Assembleia Legislativa da Madeira, sendo que a eleição da mesa decorre na terça-feira, precedendo a tomada de posse do executivo, marcada para as 16h, no salão nobre do parlamento, no Funchal.

José Manuel Rodrigues deverá assim ocupar o lugar de Tranquada Gomes, que apresentou a suspensão do mandato de deputado na semana passada, admitindo, contudo, voltar ao parlamento no caso da discussão de diplomas específicos.

Este é o segundo Governo da Madeira liderado pelo social-democrata Miguel Albuquerque, que substituiu Alberto João Jardim em 2015, e o primeiro no arquipélago formado com base numa coligação com o CDS, partido que elegeu três deputados nas eleições regionais.