Quando uma mera manobra de estacionamento em linha, encostado ao passeio e entre dois outros veículos, termina com um capotamento e quatro feridos, há decididamente algo que está mal. A habilidade, gravada por uma câmara do veículo que estava estacionado à frente, registou para a posteridade a extrema queda do condutor para a condução, no caso de um Honda. A queda foi tanta que ele acabou por cair por uma ribanceira, capotando. Mas essa nem foi a pior parte da manobra.

O acidente teve lugar em Vancouver, Canadá, quando um condutor em busca de um lugar para estacionar encontrou o que procurava entre dois veículos, um à frente do outro e com espaço suficiente fazer a manobra até de olhos fechados. Provavelmente foi isso mesmo que fez, pois assim que engatou a marcha-atrás, o Honda parece ter tomado Red Bull e ganhou asas, que o levaram para além do espaço em que previu estacionar, acabando por atravessar o passeio e cair numa vala onde capotou e ficou de rodas para o ar.

Segundo a polícia local, a manobra terminou com dois feridos dentro do carro e outros dois fora, que foram surpreendidos (e atropelados) pelo dinamismo do condutor. E sorte tiveram os ciclistas que passaram por detrás do Honda, segundos antes de ele ter “devorado” o passeio e terminado na valeta.

O estranho acidente ainda está sob investigação, com os especialistas a terem algumas dificuldades em perceber como é que alguém pode vitimar quatro pessoas de forma inexplicável e logo às 9h30 da manhã, o que coloca o álcool como improvável explicação.