Um homem de 65 anos foi encontrado morto esta segunda-feira depois de ter, alegadamente, sido agredido à pedrada em Miratejo, uma freguesia de Corroios, no Seixal. O Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Setúbal confirmou ao Observador a existência de uma vítima mortal, encontrada no número 7 da praceta Almeida Garrett.

De acordo com a TVI24, o suspeito do homicídio, que terá 47 anos, terá também incendiado o prédio onde o homem vivia, com moradores lá dentro. O CDOS de Setúbal confirmou que foram retiradas 14 pessoas do prédio e transportadas para o Hospital Garcia de Orta por inalação de fumo. O incêndio já foi extinto e no local estiveram 57 operacionais, apoiados por 17 viaturas.

De acordo com a TVI24, o suspeito já foi detido. Já a vítima, indicaram pessoas que estavam no local, “não fazia nada a ninguém”. O CDOS indicou também à agência Lusa que a vítima mortal era proprietário da residência onde o incêndio começou e que esta habitação “foi a única que ficou danificada”.

A Polícia Judiciária (PJ) já está a investigar o caso. À agência Lusa, apenas confirmou que “foi reportada uma ocorrência com um morto”, a qual tomaram conta “por se tratar da suspeita de crimes da competência” desta autoridade.