O imperador Naruhito do Japão proclamou esta terça-feira a entronização durante uma cerimónia no Palácio Imperial em Tóquio, na presença de dois mil convidados, entre eles chefes de Estado e representantes de cerca de 180 países. “Perante o país e o mundo, proclamo a minha entronização”, disse Naruhito, ao lado da imperatriz Masako, ambos vestidos com um vestido tradicional reservado para este ritual.

O imperador prometeu respeitar a Constituição e cumprir todas as responsabilidades inerentes às funções.

O novo soberano, de 59 anos, tornou-se no 126.º imperador do Japão em 01 de maio, no dia seguinte ao pai, Akihito, de 85 anos, ter abdicado, uma decisão inédita nesta dinastia de mais de dois séculos.

Os noodles instantâneos, as aventuras em Londres e a ecologia: quem é o próximo imperador do Japão?

Naruhito e Masako têm uma filha, a princesa Aiko, de 17 anos, que a lei imperial não autoriza a assumir o trono. O irmão mais novo do atual imperador, o príncipe Akishino, de 53 anos, é o primeiro na linha de sucessão ao trono, à frente do filho Hisahito, de 13 anos.

Japão. 30 anos depois, a mais antiga monarquia reinante do mundo tem um novo Imperador: Naruhito substitui o pai no Trono do Crisântemo