Um casal do Porto vai ser julgado no Juízo Central Criminal daquela cidade por abuso sexual agravado de menor dependente, vitimando a sua própria filha de 14 anos, disse esta quarta-feira fonte judicial.

Segundo o processo, o homem abusava sexualmente da filha com a conivência da mãe, desde que a menor tinha 13 anos de idade, fazendo-o na própria residência da família, no Porto.

Estão-lhes imputados cinco crimes de abuso sexual agravado de menor dependente e um de abuso sexual de menor e o Ministério Público quer que ambos sejam inibidos de exercício de responsabilidades parentais.

Os dois arguidos foram detidos em finais de janeiro deste ano pela Polícia Judiciária, na sequência de uma denúncia de uma pessoa de família que tomou conhecimento de que os pais da criança “obrigavam a vítima à prática de atos sexuais que eram consumados pelo progenitor” desde há pelo menos um ano, revelou então aquela autoridade.

O pai foi colocado em prisão preventiva e a mãe ficou obrigada a apresentar-se periodicamente às autoridades.

O julgamento tem já sessões agendadas para 28 de outubro e 4 de novembro.