Tutto il Portogallo ne parla, mentre montano le polemiche” (“Todo Portugal fala sobre o caso, tamanha é a polémica”), escreve o italiano Il Sussidiario. “L’affaire suscite un véritable émoi au Portugal” (“O caso provocou agitação em Portugal”), refere a rádio francesa RTL. “Reports of those cases, detailed by Portuguese media, have provoked widespread outrage” (“Detalhes deste tipo de casos, detalhados pela imprensa portuguesa, provocaram indignação generalizada”), noticia a BBC. A história de Rodrigo, o “bebé sem rosto” que nasceu a 7 de outubro também está a chocar outros países.

Rodrigo nasceu no Hospital de São Bernardo, em Setúbal, sem olhos, nariz e parte do crânio. Os especialistas que realizaram o parto surpreenderam-se e o amor da mãe Marlene Carvalho é o foco de notícias como a do tablóide britânico Daily Mail: “A mãe recusa-se a deixá-lo desde o dia em nasceu”, constata o jornal. Além disso, outro tema é comum: a negligência médica.

O espanhol ABC não poupa críticas: “Os horrores do curriculum deste médico são agora descobertos”. Artur Carvalho, o médico obstetra que a seguia Marlene numa unidade privada em Setúbal — a clínica Ecosado — é descrito como negligente. “Disse que às vezes algumas partes do rosto não são visíveis”, cita o Frankfurter Allgemeine contando o relato da tia do Rodrigo. Como todos os jornais, o alemão lembra que não foi a primeira vez que Artur Carvalho teve problemas com a Ordem dos Médicos.

Três ecografias, zero malformações detetadas, um “erro grosseiro”. Como pode nascer um bebé sem rosto?

O nascimento de Rodrigo surpreendeu também os pais. A mãe tinha feito as três ecografias habituais com o obstetra, mas nunca tinha sido avisada da existência de qualquer malformação no bebé. Os pais só foram alertados para essa possibilidade numa ecografia 5D feita numa outra clínica especializada, realizada já depois dos outros três exames. Face ao resultado preocupante, os pais questionaram o médico Artur Carvalho que os seguia, mas este terá garantido que estava tudo bem e eles terão ficado tranquilos.

Mãe de bebé sem rosto partilha fotografia do filho

Os pais apresentaram queixa ao Ministério Público contra o médico Artur Carvalho e a PGR anunciou que já abriu um inquérito. Desde que o caso foi revelado, o Bastonário da Ordem dos Médicos, Miguel Guimarães, pediu “desculpa aos portugueses” e iniciaram-se várias ações de fiscalização a clínicas como a Ecosado, que fechou.

Qualidade da clínica onde nasceu bebé sem rosto nunca foi fiscalizada

O bebé Rodrigo, que tinha um prognóstico reservado, já consegue respirar e mamar sozinho. Na próxima segunda-feira, completará três semanas de vida.