Mais de 100 ninhos de vespa asiática foram destruídos em Penacova por uma equipa criada em setembro pelo Serviço Municipal de Proteção Civil, anunciou esta quinta-feira a autarquia.

“Dos 246 ninhos desativados no concelho de Penacova, 103 foram já resultado da intervenção da equipa”, refere em comunicado a Câmara de Penacova, presidida pelo socialista Humberto Oliveira, indicando que a multiplicação do inseto, também conhecido por vespa velutina, “afetou sobretudo a produção apícola” deste município do distrito de Coimbra.

A equipa “tem de forma célere e eficaz eliminado os ninhos, através da aplicação de inseticida em flecha, com recurso a uma vara de carbono para trabalhar em altura”, adianta.

Citado na nota, Humberto Oliveira destaca “o trabalho desenvolvido” pela Proteção Civil junto da população, “alertando para as características desta espécie e dos seus ninhos e dos riscos inerentes à sua proliferação”.

“As ações desenvolvidas, bem como a criação desta equipa de intervenção, permitiram que os serviços camarários conseguissem intervir num maior número de ninhos, de uma forma mais célere e com menos custos para a autarquia”, adianta.

O autarca enaltece “o apoio fundamental das juntas de freguesia e a parceria com a Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Penacova”, que, no âmbito da sua ação como agente da Proteção Civil local, “cede em alguns casos o seu veículo com plataforma elevatória e respetivo manobrador”, para que os trabalhadores do município “possam intervir na desativação dos ninhos que se localizam em altura superior a 35 metros”.

Na sua opinião, importa também que a população possa “estar mais atenta ao fenómeno, contribuindo para debelar” o problema.