O Millennium BCP anunciou a venda da totalidade do capital que detinha na Global Media Group, o grupo que controla o Jornal de Notícias, Diário de Notícias e TSF. A venda incidiu sobre 10,5% do capital e foi feita a dois acionistas de referência do grupo de media que não são identificados.

“Esta transação insere-se na estratégia do banco de sair de setores e negócios não-core, mantendo o seu enfoque na atividade de banca comercial e de relação, oferecendo produtos e serviços de qualidade às comunidades que serve em diversas geografias”.

O BCP passou a ser acionista da Global Media, antes Global Notícias, quando a Controlinvest de Joaquim de Oliveira era ainda acionista do grupo e por conversão de dívida em capital. Também o Novo Banco, que se tornou acionista da Global Media pela mesma razão do BCP, está a negociar a venda da sua posição.

Os principais acionistas da Global Media são um empresário de Macau, dono da KNJ, e um empresário português ligado ao antigo primeiro ministro de Angola, Lopo de Nascimento. Joaquim Oliveira ainda é acionista, mas reduziu a participação. A holding de Oliveira, a Controlinveste, apresentou o pedido de insolvência no quadro da reestruturação da dívida à banca que estava também associada aos investimentos que fez na atual Global Media.