478kWh poupados com o Logótipo da MEO Energia Logótipo da MEO Energia
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Reduza a sua pegada ecológica.
Saiba mais

Logótipo da MEO Energia

Adere à Fibra do MEO com a máxima velocidade desde 29.99/mês aqui.

Vídeo. Septuagenária britânica luta contra assaltante e impede roubo de bicicleta

Este artigo tem mais de 2 anos

O caso passou-se no Reino Unido, em South Yorkshire. Tentaram vender uma bicicleta roubada a Mari Parker, o crime foi desvendado e mais tarde o assaltante regressou para (tentar) concluir o assalto.

Mari Parker tem 72 anos. A "luta" com o assaltante deixou-a apenas com alguns cortes nas mãos.
i

Mari Parker tem 72 anos. A "luta" com o assaltante deixou-a apenas com alguns cortes nas mãos.

D.R.

Mari Parker tem 72 anos. A "luta" com o assaltante deixou-a apenas com alguns cortes nas mãos.

D.R.

Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

Uma mulher de 72 anos, mãe do dono de uma loja de artigos em segunda mão enfrentou, sozinha, um assaltante que queria roubar-lhe uma bicicleta de alta gama. Segundo o Daily Mail, o velocípede avaliado em 1.200 libras (cerca de 1.400 euros) tinha sido confiscado pela dita loja em South Yorkshire por ter sido identificada como roubada.

O indivíduo encapuçado que aparece nas imagens de segurança tentou vender a bicicleta a Mari Parker, mãe do dono da loja Barnsley Antique Center. Perante a proposta de venda, a septuagenária ligou ao filho, Daniel Parker (com 42 anos), que gere uma página de Facebook de bicicletas roubadas.

Parker apercebeu-se do que estava a acontecer e foi para a loja. Quando lá chegou reconheceu imediatamente o velocípede: dias antes tinha partilhado no grupo o seu roubo. Avisou o presumível assaltante disso mesmo, deixou-a lá e até terá dito “Obrigado, fez-me um favor!”

Contudo, algum tempo depois — quando Parker já não estava na loja novamente –, o suspeito regressou a perguntar se havia alguma recompensa pela devolução da bicicleta, alegando que se não houvesse que a levaria com ele. Dito isto, passa à ação: pega no veículo e dirige-se para a rua. A idosa vai atrás dele, agarra-o e não larga até o indivíduo desistir e desaparecer — tudo isto à frente de outros clientes, que nada fizeram.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Mari Parker terá ficado apenas com alguns cortes nas mãos e mais tarde, já com a polícia envolvida, a bicicleta foi devolvida ao seu dono, que decidiu não apresentar queixa junto das autoridades.

Veja no vídeo em baixo o desenvolvimento de toda esta situação.

Loja Observador Lifestyle

A página está a demorar muito tempo.

Ofereça este artigo a um amigo

Enquanto assinante, tem para partilhar este mês.

A enviar artigo...

Artigo oferecido com sucesso

Ainda tem para partilhar este mês.

O seu amigo vai receber, nos próximos minutos, um e-mail com uma ligação para ler este artigo gratuitamente.

Ofereça artigos por mês ao ser assinante do Observador

Partilhe os seus artigos preferidos com os seus amigos.
Quem recebe só precisa de iniciar a sessão na conta Observador e poderá ler o artigo, mesmo que não seja assinante.

Este artigo foi-lhe oferecido pelo nosso assinante . Assine o Observador hoje, e tenha acesso ilimitado a todo o nosso conteúdo. Veja aqui as suas opções.

Atingiu o limite de artigos que pode oferecer

Já ofereceu artigos este mês.
A partir de 1 de poderá oferecer mais artigos aos seus amigos.

Aconteceu um erro

Por favor tente mais tarde.

Atenção

Este artigo só pode ser lido por um utilizador registado com o mesmo endereço de email que recebeu esta oferta.
Para conseguir ler o artigo inicie sessão com o endereço de email correto.