A agência de notação financeira Fitch subiu esta quarta-feira o rating da Caixa Geral de Depósitos (CGD) de BB para BB+, melhorou a perspetiva do rating do BCP, de estável para positiva, e manteve a avaliação para o BPI.

A Fitch pronunciou-se esta quarta-feira sobre três bancos portugueses. Para a CGD, a agência de notação financeira subiu o rating [avaliação] de longo prazo de BB para BB+, deixando o banco liderado por Paulo Macedo a apenas um grau de passar à categoria de investimento, uma vez que ainda está num nível especulativo (lixo).

A subida de rating reflete o progresso contínuo e com sucesso na implementação pela CGD do seu plano estratégico 2017-2020, registando uma notável melhoria da rentabilidade, da qualidade dos ativos e do reforço dos rácios de capital”, indica a CGD, em comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

No documento, o banco adianta que “a Fitch Ratings salienta igualmente que a CGD reforçou os seus padrões e controle de risco para níveis mais próximos das práticas globais da indústria, que serão fundamentais para mitigar futuras pressões sobre a qualidade dos ativos”.

Na sua avaliação esta quarta-feira divulgada, a Fitch atribui uma perspetiva estável para o rating da CGD, o que significa que não se antecipam alterações no curto prazo. “Esta é já a segunda subida do rating da CGD por parte da Fitch Ratings desde o início da implementação do Plano Estratégico em curso”, refere ainda o banco no documento enviado à CMVM.

Para o BCP, a Fitch melhorou esta quarta-feira a perspetiva do rating, de estável para positiva, o que significa que pode melhorar a nota, de BB, em breve.

A perspetiva positiva reflete as expectativas da Fitch de que o BCP continuará a melhorar a qualidade dos seus ativos, mantendo uma boa relação custo-benefício e aumentando a sua rentabilidade operacional, no âmbito do seu plano para 2018-2021″, indica a agência numa análise esta quarta-feira divulgada.

A Fitch adianta que a perspetiva positiva também tem em consideração as expectativas de que o banco reduzirá ainda mais os recursos alocados a ativos problemáticos, que continuam a ser mais elevados que os dos pares do BCP com uma melhor classificação.

Para o BPI, a Fitch manteve a classificação de BBB com perspetiva estável.