O deputado social-democrata eleito pelo círculo da Europa, Carlos Gonçalves, apelou esta quinta-feira aos portugueses em França para se inscreverem para votar nas eleições municipais do próximo ano, considerando essencial o aumento da sua participação na vida local.

O apelo de Carlos Gonçalves, que tem residência em Paris, surge sob a forma de carta aberta na qual lembra que todos os cidadãos da União Europeia, incluindo os portugueses, podem votar nas eleições locais francesas, marcadas para 15 e 22 de março.

“É um momento muito importante da vida local e todos os cidadãos da União Europeia, inclusive os portugueses, são convidados a votar nessas eleições. Mas para que isso seja possível, devem proceder à inscrição nos cadernos eleitorais franceses imperativamente até 7 de Fevereiro de 2020”, refere a carta.

Em França, estima-se que vivam e trabalhem cerca de 1,3 milhões de franco-portugueses, segundo dados citados na carta, sendo que dos 492 mil que têm unicamente nacionalidade portuguesa, apenas 82 mil estão inscritos nas listas eleitorais francesas.

“Caso ainda não esteja inscrito, seria conveniente fazê-lo deslocando-se à Câmara Municipal (‘mairie’) da sua área de residência para proceder à sua inscrição. É um processo simples e que não leva muito tempo. Algumas semanas antes do escrutínio irá então receber o cartão de eleitor (‘carte d’électeur’) com a indicação da mesa de voto”, prossegue a missiva.

Para Carlos Gonçalves, “é essencial que os portugueses aumentem a sua participação na vida cívica local, contribuindo assim de forma decisiva para a sua visibilidade e afirmação em França”. “Quem vota conta”, conclui o deputado.