O Benfica vai procurar, no sábado, consolidar a liderança isolada da I Liga portuguesa de futebol, diante do Rio Ave, na 10.ª jornada, depois de ter tirado proveito do ‘deslize’ do FC Porto na Madeira, na ronda anterior.

O triunfo sobre o Portimonense (4-0), o sexto consecutivo na prova, permite que os ‘encarnados’ arranquem, pela primeira vez esta temporada, uma jornada sozinhos no topo, agora com mais dois pontos do que os ‘dragões’ e do que o Famalicão.

A formação comandada por Bruno Lage manteve-se na senda das vitórias internas, mas, sobretudo, recuperou as boas exibições – que andavam arredadas da Luz praticamente desde o início da época – e o médio Chiquinho, que voltou à titularidade diante dos algarvios e confirmou que poderá ser uma das ‘armas’ importantes no ataque ao bicampeonato.

Em vésperas do duelo europeu com o Lyon, para a Liga dos Campeões, os campeões nacionais abrem a 10.ª jornada, no sábado, novamente na Luz, agora perante um Rio Ave que tem perdido fulgor no campeonato e não vence há três partidas, embora esteja a apenas três pontos do quinto classificado, Vitória de Guimarães.

Na ‘peugada’ do Benfica segue o FC Porto, que somou um empate 1-1 na visita ao Marítimo, na quarta-feira, permitindo que o rival lisboeta se esgueirasse até à liderança isolada. Antes da viagem à Madeira, os ‘azuis e brancos’ tinham ‘desalojado’ o Famalicão do topo.

No domingo, o conjunto liderado por Sérgio Conceição terá, objetivamente, claras possibilidades de retomar o ‘trilho’ das vitórias na I Liga, uma vez que recebe, no Dragão, o lanterna-vermelha Desportivo das Aves, uma equipa em crise, que leva sete derrotas consecutivas na competição e é comandada, interinamente, por Leandro Pires, que substituiu Augusto Inácio.

O surpreendente Famalicão terá novo ‘teste de fogo’ às suas capacidades no espaço de uma semana, agora com um dérbi diante do Sporting de Braga, formação que continua a ‘desiludir’ na I Liga e que, na quinta-feira, averbou a quarta derrota na competição, por 2-0, na visita ao Bessa, diante de um Boavista que continua a ser a única formação ainda sem qualquer desaire.

Depois de terem perdido por 3-0 no Dragão, no passado fim de semana, os famalicenses bateram o Gil Vicente, por 2-1, e mantiveram-se no ‘pódio’, lado a lado com os portistas.

Também no domingo, o Gil Vicente recebe o Marítimo, pouco antes de o Sporting jogar em Tondela e tentar chegar à quarta vitória seguida na prova.

A cinco pontos de distância de FC Porto e Famalicão, os ‘leões’, que ocupam a quarta posição, vão jogar novamente fora do seu terreno, após terem vencido em Paços de Ferreira, por 2-1, naquela que foi a terceira vitória do técnico Silas no mesmo número de jogos para o campeonato.

A ronda 10 reserva ainda outro dérbi regional, no sábado, com a deslocação do Vitória de Guimarães, quinto classificado, a Moreira de Cónegos, para defrontar o Moreirense. Os vitorianos impuseram-se, de forma categórica, ao Belenenses SAD (5-0) a meio da semana e terão pela frente um adversário que ‘roubou’ pontos a Boavista (1-1) e Rio Ave (1-1) nos dois últimos jogos.

A ronda encerra na segunda-feira com os jogos Belenenses SAD-Paços de Ferreira, Portimonense-Santa Clara e Vitória de Setúbal-Boavista.

Programa da 10.ª jornada:

  • Sábado, 02 nov:

Benfica — Rio Ave, 18:00

Moreirense — Vitória de Guimarães, 20:30

  • Domingo, 03 nov:

Gil Vicente — Marítimo, 15:00

Tondela — Sporting, 17:30

FC Porto — Desportivo das Aves, 20:00

Sporting de Braga — Famalicão, 20:15

  • Segunda-feira, 04 nov:

Belenenses SAD — Paços de Ferreira, 19:00

Portimonense — Santa Clara, 21:00

Vitória de Setúbal — Boavista, 21:00