Tudo começou com um único comentário solto de Fabio Capello, antigo treinador de AC Milan, Real Madrid, Roma ou Juventus, na Sky Sport. “Agora, Sebastiano, não sigas as pisadas do Zaniolo”, disse, a propósito de Sabastiano Esposito, avançado de 17 anos do Inter que se destacou na vitória frente ao B. Dortmund na Champions. Os adeptos romanos não gostaram e criticaram o ex-técnico, incluindo Francesca Costa… mãe do próprio Zaniolo.

“Fizeste a estreia na Liga dos Campeões com 19 anos e marcaste na competição – e foste o italiano mais novo de sempre a conseguir isso. Com 19, fizeste a estreia pela seleção nacional de Itália e foste nomeado o melhor jogador jovem do Campeonato em 2018/19. Com 20, já tens 47 jogos pela Roma, com sete golos e três assistências. Para mim és um exemplo e deves continuar a ser”, escreveu nas redes sociais. Zaniolo, o próprio, nunca chegou a fazer comentários à polémica criada. Pelo menos fora de campo; lá dentro, foi dando a sua “resposta”.

Na receção ao Nápoles, que seria o 50.º jogo com a camisola da Roma, o avançado inaugurou o marcador após uma grande assistência de Pellegrini e festejou pela quarta partida consecutiva, depois dos golos apontados frente a B. Mönchengladbach (1-1), AC Milan (2-1) e Udinese (4-0). Em paralelo, num jogo com muitas oportunidades de lado a lado, bolas nos postes, duas grandes penalidades (a primeira de Kolarov defendida por Meret, a segunda convertida por Jordan Veretout aos 55′) e uma expulsão (Çetin), o conjunto comandado pelo português Paulo Fonseca conseguiu a terceira vitória seguida na Serie A (2-1), algo que ainda não tinha alcançado na presente temporada. Milik, com um desvio ao segundo poste, reduziu a desvantagem dos visitantes.

Com este resultado, a Roma passa a somar 22 pontos, ultrapassa à condição a Atalanta no terceiro lugar e fica à espera do que fazem os dois primeiros da classificação este sábado, com a Juventus de Ronaldo a disputar o dérbi com o Torino e o Inter a jogar fora com o Bolonha. Inter que, mais uma vez, se lamentou do negócio feito no ano passado com Nainggolan, médio ex-Roma que custou 24 milhões mais os passes de Davide Santon e… Zaniolo, estando agora cedido por empréstimo ao Cagliari por não fazer parte das opções de Antonio Conte.

Ainda assim, e pelas piores razões, este Roma-Nápoles está longe de ter ficado por este sábado: no decorrer da segunda parte, o encontro esteve interrompido mais de dois minutos depois de terem sido entoados cânticos racistas por parte de adeptos romanos contra o central napolitano Koulibaly, o que deverá valer uma pesada sanção ao conjunto visitado num problema que continua a ensombrar a Serie A também na presente época.