Quando os desportivos anunciam potências de fazer parar o coração e podem dar origem a multas por excesso de velocidade que mais se assemelham a penas de prisão, a revista EVO opta por testá-los na pista de Anglesey, em condições de segurança e longe da curiosidade dos radares da polícia. A última “vítima” da publicação foi o Ferrari 488 Pista, modelo que está homologado para circular em estrada, mas que muitos acreditam ser o Cavallino Rampante mais eficiente e rápido em circuito.

O Ferrari 488 Pista é animado por um motor 3.9 V8 sobrealimentado, que fornece 720 cv e uns impressionantes 770 Nm de binário, logo às 3.000 rpm. Se o motor é mais potente do que o 488 GTB, mecanicamente o 488 Pista monta a mesma caixa de velocidades, com dupla embraiagem e sete velocidades.

As vantagens desta versão mais desportiva voltam a surgir quando se fala do peso, menos 90 kg do que o 488 normal, e igualmente no capítulo da aerodinâmica, com o Pista a garantir mais 20% de apoio aerodinâmico, de forma que conseguir rodar colado ao asfalto, mesmo nas curvas mais exigentes.

No vídeo da EVO, que pode ver abaixo, a revista realiza uma volta em Anglesey em 1 minuto e 10,8 segundos, o que converte o 488 Pista no superdesportivo de estrada mais rápido entre os já testados naquela pista. Começando desde logo por se impor, em exactamente dois segundos, ao Ferrari 488 GTB.

Mas o “irmão” está longe de ser a única vítima da fúria do 488 Pista, dado que para trás ficaram igualmente os McLaren P1 (1.12,6), Porsche 918 (1.12,4), Porsche 911 GT2 RS (1.12,0), McLaren 720S (1.11,5) e McLaren P1 com pneus “Trofeo” (1.11,2) . À frente do 488 Pista, apenas três modelos concebidos especificamente para rodar em circuito.