O cofundador e principal acionista do grupo Inditex, que entre outras marcas de roupa detém a conhecida Zara, fica esta segunda-feira, 4 de novembro, 812,5 milhões de euros mais rico. A avultada quantia cairá na conta do já bilionário empresário devido ao segundo pagamento dos dividendos aprovados pela empresa a respeito dos resultados financeiros de 2018 — o primeiro pagamento aconteceu a 2 de maio.

Segundo a agência de notícias EFE, citada por diferentes meios espanhóis, Amancio Ortega, que aos 83 anos de vida é, de acordo com a Forbes, o sexto homem mais rico do mundo, detém 59,29% do capital do grupo Inditex. Tendo em conta os dois pagamentos já referidos, Ortega receberá um total de 1.626 milhões de euros.

Já Sandra Ortega, filha do empresário que detém 5,05% do capital do grupo, cobrará 69 milhões de euros, o mesmo valor que recebeu em maio último. Este ano, a Inditex vai distribuir um total de 2.742 milhões de euros pelos seus acionistas.

Em março último, a agência Lusa assinalava que no exercício fiscal de 2018 — de 1 de fevereiro de 2018 até 31 de janeiro de 2019 — o lucro do grupo galego aumentara 2%, para 3.444 milhões de euros, e as vendas haviam subido 3%, para 26.145 milhões, níveis recorde, embora representando o crescimento mais baixo desde há vários anos.