A Arábia Saudita anunciou este domingo ter sido aprovada a entrada em bolsa, há muito esperada, de uma fatia do gigante petrolífero estatal Saudi Aramco. “O Conselho da Autoridade do Mercado de Capitais publicou uma resolução que aprova o pedido da Saudi Arabian Oil Company (Aramco) para vender parte das suas ações”, é referido num comunicado desta instituição.

Primeiro exportador mundial de crude, a Arábia Saudita tentou introduzir em bolsa a Aramco pela primeira vez em 2018, antes de recuar devido às condições de mercado consideradas desfavoráveis.

O príncipe herdeiro saudita, Mohammed bin Salman, espera que a empresa petrolífera venha a ser reavaliada, aumentando consideravelmente o valor, o que pode permitir a Riade empreender novos investimentos.

A entrada em bolsa da Aramco está prevista em duas etapas, a primeira em novembro no mercado local e depois uma segunda cotação numa praça financeira internacional que ainda não foi determinada, sendo apontadas como prováveis as bolsas de Nova Iorque e Hong Kong.