A Presença vai editar Memórias de um Gato Viajante, da escritora japonesa Hiro Arikawa, e a Cavalo de Ferro Desoras, de Julio Cortázar. Pela Dom Quixote vai sair Não Chames Noite à Noite, de Amos Oz, e uma nova edição de As Velas Ardem Até ao Fim, de Sándor Márai. A Porto Editora vai fazer chegar às livrarias os novos romances de Isabel Allende, Longa Pétala de Mar, Francisco José Viegas, A Luz de Pequim, e Jonathan Coe, O Coração de Inglaterra. Este autor encontra-se neste momento a participar numa residência literária em Cascais. Pela Porto Editora vai ainda sair, em novembro, Cari Mora, a nova obra de Thomas Harris, autor de O Silêncio dos Inocentes.

A Tinta-da-China vai publicar O Mundo: Modo de Usar, de Nicolas Bouvier (Coleção de Literatura de Viagens), o livro de poesia Frentes de Fogo, de A.M. Pires Cabral, Sísifo, o mónologo interpretado e escrito por Gregorio Duvivier em parceria com Viniciys Calderoni, e as edições de bolso das obras completas de Ricardo Reis, Álvaro de Campos e Alberto Caeiro (Coleção Pessoa). Pela Bertrand vai sair Humildade Gloriosa, de Aquilino Ribeiro, uma biografia romanceada de Santo António.

A Sextante vai editar Memórias de um urso-polar, de Yoko Tawada, um romance sobre “as linhas que separam e unem o homem dos animais, narrado por uma família de ursos polares”, e a Assírio & Alvim a poesia completa de David Mourão-Ferreira. Neste mês, a Livros do Brasil vai lançar O assassinato da minha tia, de Richard Hull (Coleção Vampiro), e A Promessa, de Roman Gary. A Saída de Emergência vai disponibilizar Território Selvagem, de Anne Bishop, e a Antígona O Amor Louco, de André Breton. A Alfaguara vai publicar Se o disseres na montanha, de James Baldwin.

Pela Caminho vão sair os livros O Signo da Ira, de Orlando da Costa (com prefácio de Gonçalo M. Tavares e posfácio de Rosa Maria Perez), Cinco Voltas na Bahia e um Beijo para Caetano Veloso, o regresso de Alexandra Lucas Coelho, e Luanda, de José Luandino Vieira. A Minotauro vai publicar o quarto volume das obras completas de Maria Judite de Carvalho, Diários de Emília Bravo, e a Companhia de Letras Todo o Amor, de Vinicius de Moraes, A noite em que o Verão acabou, de João Tordo, A Vida Sonhada das Boas Esposas, de Possidónio Cachapa, e o muito esperado novo livro de Chico Buarque, Essa Gente.

A Relógio d’Água vai publicar: O Gesto Que Fazemos para Proteger a Cabeça, de Ana Margarida de Carvalho, Ingmar Bergman: O Caminho contra o Vento (Romance Biográfico), de Cristina Carvalho, Poemas e Canções I e II, de Leonard Cohen, Nós e Outros Contos, de Evguéni Zamiátin, Prazer e Glória, de Agustina Bessa-Luís, e Leopardo Negro, Lobo Vermelho, de Marlon James.

A Tinta-da-China vai lançar, neste mês de novembro, Sinais de Vida, um livro de Joana Pontes no qual a autora analisou vários acervos de cartas escritas e recebidas por militares durante as comissões em Moçambique, Angola e Guiné, durante a Guerra Colonial, novos livros dos fotógrafos Daniel Blaufuks e Alfredo Cunha, uma colectânea de textos sobre artes visuais de Pedro Mexia, Imagens Imaginadas, e a edição de bolso de Sou Um Crime, a autobiografia do humorista Trevor Noah, com novo um novo prefácio de Mamadou Ba. Pela Antígona vai sair O Socialismo Selvagem, de Charles reeve.

A Vogais vai publicar O País do Dinheiro: Porque É Que Ladrões e Bandidos São Hoje os Donos do Mundo e Como o Reconquistar, de Oliver Bullough, e ainda Encontros Imediatos com a Humanidade, de Sang-Hee Lee com Shin-Young Yoon, um livro que pretende oferecer uma nova perspectiva sobre os primeiros hominídeos, “desafiando as perceções sobre a progressão tradicional da evolução”, refere a editora. A Presença vai lançar Uma Amizade Improvável – D. Maria I e Guilherme Stephens, da inglesa Jenifer Roberts, um livro sobre o encontro entre a rainha portuguesa e o fundador da fábrica de vidros da Marinha Grande, em 1788. Roberts é autora de uma biografia de D. Maria I, A Vida Notável de Uma Rainha Louca, publicada em Portugal pela Casa das Letras em 2012.

“D. Maria I de Portugal era uma soberana com poder absoluto. William (Guilherme) Stephens era filho ilegítimo de uma criada da Cornualha; aos quinze anos, viajou para Lisboa para se tornar num dos mais ricos industriais da Europa”, refere a sinopse disponibilizada pela editora. “O contraste entre estas duas personagens não poderia ser maior — encontravam-se em polos opostos em todas as facetas das suas vidas — e, apesar disso, criaram uma improvável amizade no sufocante formalismo da corte portuguesa.”

A Casa das Letras vai publicar O Grande Sucessor, o Destino Divinamente Perfeito do Brilhante Camarada Kim Jong Un, uma biografia do líder norte-coreano escrita pela chefe da delegação de Pequim do jornal The Washington Post, Anna Fifield. O livro chega às livrarias a 19 de novembro. A Dom Quixote vai lançar História de Portugal, de António Leite da Costa. A História Libidinosa de Portugal, de Joaquim Vieira, vai ser lançada pela Oficina do Livro, enquanto a Porto Editora vai editar a autobiografia de Elton John. Esta sai a 14 de novembro.

A Bertrand vai publicar As Ideias Políticas e Sociais de Jesus Cristo, de Diogo Freitas do Amaral. À Mesa com os Filósofos, de Normand Baillargeon, e Uma História da Bíblia, de John Barton, vão sair pela Temas e Debates. Novembro será também mês de mais um volume da Bíblia traduzida por Frederico Lourenço. O tomo II do volume IV reúne uma parte do Antigo Testamento e Os Livros Sapienciais que tinham ficado de fora do tomo I — Salmos, Salmos de Salomão, Odes e Provérbios.

Pela Espera dos livros vai sair Pioneiras portuguesas num mundo de homens, de Luísa V. de Paiva Boléo e M. Margarida Pereira- Müller. A Antígona vai publicar Futebol ao Sol e à Sombra, a homenagem de Eduardo Galeano ao desporto rei que é também uma denúncia das suas sombras. A Lua de Papel vai fazer chegar às livrarias A Terra Inabitável, de David Wallace-Wells (com prefácio de Carlos Fiolhais), e O Jogo Infinito, de Simon Sinek. A Objetiva, por seu turno, vai publicar Sou Só Eu Que… 50 tipos de portugueses que nos dão instintos assassinos, de Pedro Vieira, enquanto a Suma de Letras vai editar uma biografia de Zé Pedro, da autoria de André Rito e Pedro Lourenço.

A Booksmile vai lançar O Diário de um Banana 14: DE-MO-LI-ÇÃO, de Jeff Kinney. O autor vai estar em Lisboa nos dias 26 e 27 de novembro para apresentar o novo livro. A Orfeu Negro Mini vai editar Troca-Tintas, de Gonçalo Viana, e Os Adultos? Nunca!, de Davide Cali e Benjamin Chaud.

A Presença vai publicar os livros O Coala Que Foi Capaz, Os Esquilos Que Não Sabiam Partilhar, ambos de Rachel Bright e Jim Field, e Amor Monstro, de Rachel Bright. Pela mesma editora vai também sair a segunda edição da versão ilustrada de Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban, de J.K. Rowling. O livro chega às livrarias a 20 de novembro.

Artigo atualizado com novos lançamentos