O salão de Milão dedicado às duas rodas conta, este ano, com a presença da Aston Martin. O EICMA, que hoje abriu portas e que assim continuará até ao próximo dia 10, foi o palco escolhido pela marca britânica para revelar qual o resultado da sua primeira incursão pelo universo das motos, com a apresentação da AMB 001.

Para se mover num terreno que lhe era, até agora, desconhecido, o construtor de Gaydon aliou-se à Brough Superior, fabricante também inglês com aspirações a afirmar-se como a “Rolls-Royce das motos”, apesar de ter desaparecido após a Segunda Guerra Mundial. Agora com uma nova fábrica em França, mais concretamente em Toulouse, será a Brough Superior que vai construir e montar à mão apenas 100 unidades da AMB 001.

A manufactura e a exclusividade associadas à primeira moto da Aston Martin justificam o preço anunciado: 108.000€. Ou seja, sensivelmente o preço de um Porsche Cayenne entre nós. Aliás, se considerarmos especificamente o mercado francês, a moto da Aston Martin consegue ser mais cara do que um 911 Carrera, cujo preço em França – local onde será produzida – se inicia nos 106.654€

Descrita como um item para coleccionadores, a nova AMB 001 destina-se a um uso exclusivo em pista e nenhuma das marcas envolvidas neste projecto olhou a meios para fazer desta moto uma “obra de arte de design e engenharia”, nas palavras do vice-presidente e responsável máximo pelo design da Aston Martin, Marek Reichman. Às evidentes preocupações aerodinâmicas junta-se uma construção que privilegia materiais como o titânio, alumínio e fibra de carbono, o que ajuda a explicar um peso a seco de apenas 180 kg. Ao nível, portanto, de uma Ducati Streetfighter V4 de última geração.

Inspirada na gama de superdesportivos de motor central da Aston Martin, a AMB 001 combina uma caixa de seis velocidades com um V2 sobrealimentado, no que constitui uma estreia para a própria Brough Superior. Segundo a Aston Martin, o motor com 997 cc de 8 válvulas debita uma potência de 180 cv e oferece uma “resposta incrível”, sempre com muito binário numa ampla faixa de rotações.

Conjugando as tradicionais cores da Aston Martin Racing, Stirling Green e Lime Essence, com o preto mate das rodas, garfos e travões, a AMB 001 apresenta um banco em pele Oxford Tan costurada à mão. A marca realça a concepção ergonómica do assento, mas à primeira vista não parece muito convidativo para percorrer muitos quilómetros de seguida…

A entrega das primeiras unidades está programada para o último trimestre do próximo ano.