O guitarrista Filipe Mendes, conhecido como Phil Mendrix e que morreu no ano passado, aos 70 anos, vai ser homenageado com um memorial, a ser inaugurado no domingo em Lisboa, dedicado também à música rock.

De acordo com a Mendrix Associação, o Memorial ao Rock e a Filipe Mendes, “composto por um bloco em betão forrado a azulejos onde se encontra mergulhada uma réplica da guitarra de Filipe Mendes, uma Gibson Les Paul deluxe gold top, importada em 1968 e que segundo os entendidos terá sido a primeira desse modelo a entrar em Portugal”, é inaugurado no domingo pelas 15h30 no jardim do Alto de Santo Amaro de Alcântara, num espaço cedido pela Junta de Freguesia de Alcântara.

“O memorial que simboliza uma porta para o mundo de Phil Mendrix conta ainda com dois painéis de azulejos. Um com a sua face estilizada, outro com a assinatura do próprio”, descreve a associação, que edificou a obra em conjunto com a família do músico.

A inauguração, que será seguida de “um breve apontamento musical com a presença de vários músicos, entre eles Katia Guerreiro, Ena Pá 2000, Irmãos Catita e Gimba”, irá acontecer no dia em que Phil Mendrix faria anos.

Filipe Alberto do Paço de Oliveira Mendes nasceu em Lisboa, em 10 de novembro de 1947, e atravessou as várias décadas do rock português em múltiplos projetos e palcos da música.