Lady Gaga e Bradley Cooper levantam-se dos lugares e seguem de mãos dadas para o palco. Nos próximos minutos vão interpretar “Shallow”, tema do filme “Assim nasce uma estrela”, em aceso clima de romance. Bradley dá o arranque à música e canta para Gaga, que se senta diante do piano. À voz da cantora e atriz somam-se as notas musicais das teclas que pressiona. Durante a canção os atores trocam olhares e, já no fim, sentados lado a lado, inclinam as cabeças um no outro — ficam face com face. Quase 9 meses depois, a atuação que ambos deram em fevereiro na cerimónia dos Óscares, onde o respetivo tema venceu a estatueta dourada para Melhor Canção Original, ainda dá que falar. Tanto que Gaga continua a ter que se justificar e negar os rumores de um possível romance: “Eu e o Bradley inventámos uma história de amor”, sentencia.

Se havia dúvidas — mesmo depois de Lady Gaga já ter falado abertamente sobre o assunto no programa apresentado por Jimmy Kimmel –, agora é certo: a performance foi orquestrada ao segundo, admite a cantora a Oprah Winfrey na edição de dezembro da revista Elle. Questionada por Oprah sobre o dueto íntimo que protagonizou juntamente com Cooper, 11 anos velho do que ela, Gaga respondeu que a imprensa era “tonta”. “Nós inventámos uma história de amor. Para mim, enquanto artista e atriz, claro que queríamos que as pessoas acreditassem que estávamos apaixonados. E queríamos que as pessoas sentissem esse amor nos Óscares”, diz, admitindo que trabalharam muito, “durante dias”, para serem bem sucedidos.

“Na verdade, quando falávamos sobre isso, dizíamos ‘Bem, acho que fizemos um bom trabalho!'”, disse a Winfrey, explicando que ambos estavam apenas a representar, uma versão que navega na maré contrária à da opinião do público, já que muitos eram os fãs que queriam vê-los juntos. A teoria de um possível romance ganhou mais força quando se soube que Gaga — atualmente a namorar com Dan Horton — terminara o noivado com Christian Carino e que Bradley Cooper e Irina já não eram um casal, uma notícia que rebentou em junho deste ano e confirmou o fim da relação de quatro anos (o ex-casal tem uma filha nascida em março de 2017).

À People, uma fonte não identificada chegou a dizer em junho último que ator e cantora tinham uma ligação especial e que só o tempo diria se tal se tornaria ou não em algo mais.