Lady Gaga e Bradley Cooper levantam-se dos lugares e seguem de mãos dadas para o palco. Nos próximos minutos vão interpretar “Shallow”, tema do filme “Assim nasce uma estrela”, em aceso clima de romance. Bradley dá o arranque à música e canta para Gaga, que se senta diante do piano. À voz da cantora e atriz somam-se as notas musicais das teclas que pressiona. Durante a canção os atores trocam olhares e, já no fim, sentados lado a lado, inclinam as cabeças um no outro — ficam face com face. Quase 9 meses depois, a atuação que ambos deram em fevereiro na cerimónia dos Óscares, onde o respetivo tema venceu a estatueta dourada para Melhor Canção Original, ainda dá que falar. Tanto que Gaga continua a ter que se justificar e negar os rumores de um possível romance: “Eu e o Bradley inventámos uma história de amor”, sentencia.

Se havia dúvidas — mesmo depois de Lady Gaga já ter falado abertamente sobre o assunto no programa apresentado por Jimmy Kimmel –, agora é certo: a performance foi orquestrada ao segundo, admite a cantora a Oprah Winfrey na edição de dezembro da revista Elle. Questionada por Oprah sobre o dueto íntimo que protagonizou juntamente com Cooper, 11 anos velho do que ela, Gaga respondeu que a imprensa era “tonta”. “Nós inventámos uma história de amor. Para mim, enquanto artista e atriz, claro que queríamos que as pessoas acreditassem que estávamos apaixonados. E queríamos que as pessoas sentissem esse amor nos Óscares”, diz, admitindo que trabalharam muito, “durante dias”, para serem bem sucedidos.

O momento mais romântico da noite dos Óscares. Bradley Cooper e Lady Gaga fizeram muitos quererem que os filmes fossem reais

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

“Na verdade, quando falávamos sobre isso, dizíamos ‘Bem, acho que fizemos um bom trabalho!'”, disse a Winfrey, explicando que ambos estavam apenas a representar, uma versão que navega na maré contrária à da opinião do público, já que muitos eram os fãs que queriam vê-los juntos. A teoria de um possível romance ganhou mais força quando se soube que Gaga — atualmente a namorar com Dan Horton — terminara o noivado com Christian Carino e que Bradley Cooper e Irina já não eram um casal, uma notícia que rebentou em junho deste ano e confirmou o fim da relação de quatro anos (o ex-casal tem uma filha nascida em março de 2017).

À People, uma fonte não identificada chegou a dizer em junho último que ator e cantora tinham uma ligação especial e que só o tempo diria se tal se tornaria ou não em algo mais.