Um ano depois da chegada a Portugal, a GuestReady, uma startup de gestão de unidades de alojamento local (AL) em plataformas online, tem sob gestão uma carteira de cerca de 200 propriedades portuguesas avaliadas em 51 milhões de euros e conta atualmente com cerca de 30 pessoas. Em comunicado, a empresa refere que Portugal está “no top dos mercados com maior crescimento”.

O serviço da GuestReady, que está presente em Lisboa e no Porto, centra-se essencialmente na gestão de serviço de Alojamento Local, principalmente com os proprietários, prometendo ajudá-los com a logística dos imóveis, na colocação do anúncio em várias plataformas, no contacto personalizado com o cliente, entre outros serviços. Desde que foi lançada, no verão de 2016, a empresa alcançou cerca de mil milhões de euros em gestão de propriedades nos países onde opera. 

Foi a minha experiência na primeira pessoa, enquanto anfitrião do Airbnb, que me inspirou a criar um serviço que simplificasse o processo de aluguer. Comecei a estudar a forma como o software podia ajudar a reduzir o tempo gasto a listar as propriedades em vários sites, a gerir os check-ins e check-outs dos clientes, a limpar e a manter a propriedade, mantendo ao mesmo tempo um serviço cinco estrelas para proprietários e clientes”, explicou Alexander Limpert, presidente e cofundador da GuestReady, citado em comunicado.

A entrada da empresa em Portugal, contou Alexander Limpert ao Observador no ano passado, teve dois fatores como base: o facto de Lisboa e Porto “serem cidades muito atrativas” e a ligação do presidente da empresa a Portugal.

O serviço da GuestReady pode ser explicado em três passos: um proprietário que queira colocar a sua casa ou apartamento para arrendamento entra em contacto com a empresa. Nesta fase, a GuestReady vai querer “saber tudo sobre a casa” e ajuda o proprietário com várias ferramentas: conselhos sobre design, logística, estimativas de valores, ferramentas tecnológicas a que pode recorrer para a casa e até alguns conselhos legais.

De seguida, é feita a preparação do anúncio para várias plataformas de alojamento. Por fim, e depois de o anúncio estar online, a GuestReady pode incluir um serviço personalizado de atendimento dos hóspedes — além de uma seleção criteriosa dos mesmos –, ao tratar da comunicação, da limpeza do espaço, da entrega segura das chaves, do check-in e também ao assegurar que tudo está preparado para receber os clientes e que a sua estadia será sempre acompanhada.

Alexander Limpert conta, em comunicado, que no início da empresa era ele e a namorada quem geria todas as operações da GuestReady. “Organizávamos os anúncios, limpávamos os apartamentos, fazíamos as camas, lidávamos com a manutenção das propriedades, respondíamos aos pedidos dos clientes e fazíamos a receção no local, quando chegavam”, explicou. Em 11 meses, a empresa aumentou a sua equipa de 70 funcionários para 150. 

Com sede na Suíça, a GuestReady está presente em Portugal, Reino Unido, França, Emirados Árabes Unidos, Malásia e Hong Kong, tendo também adquirido três empresas concorrentes: a Oporto City Flats, no Porto, a We Stay in Paris e a líder europeia de mercado, a BnbLord. Atualmente, a empresa está a contratar no Reino Unido, França e Lisboa.