Os três maiores clubes portugueses terminaram a época passada com dívidas que, no seu conjunto, ultrapassam os mil milhões de euros. Segundo o Correio da Manhã (conteúdo para assinantes), Benfica, Sporting e FC Porto terminaram a época passada com um passivo conjunto de 1,118 mil milhões de euros.

Apesar disso, as dívidas são menores do que no ano anterior. Segundo o jornal, as SAD benfiquista, portista e leonina estão a dever menos 27 milhões de euros (2,4%) do que em 2017/18 (1,145 mil milhões), uma descida que compensa a queda registada no ativo, que baixou 5 milhões de euros (0,4%), de 1,180 mil milhões para 1,175 mil milhões. Assim, há um saldo positivo entre ativo e passivo que passou de 35 para 57 milhões.

Foi o Benfica, entre os três clubes, quem melhor terminou a época em termos de contas. Os encarnados terminaram a época 2018/19 com um lucro de 29,3 milhões de euros, enquanto que no Estádio do Dragão este ficou pelos 9,5 milhões de euros. Já o Sporting não conseguiu sair do prejuízo, mas melhorou as perdas — de 19,9 milhões para 7,9 milhões.

Falando em capitais próprios, ou seja o valor que resta depois de vender todos os ativos para pagar os passivos, o Benfica também é o clube que melhor fica na fotografia. Entre bancos, empréstimos obrigacionistas e outros instrumentos financeiros, têm a pagar 146 milhões, menos do que os 222 milhões do FC Porto ou do que os 150 milhões do Sporting.