Os preços da eletricidade para clientes domésticos em Portugal, entre 2014 e 2018, foram superiores aos preços médios da União Europeia e da Euro Área, apesar de, desde 2016, se registar uma redução do diferencial, revelou esta terça-feira a ERSE.

“Os preços para clientes domésticos em Portugal no período em análise [2014-2018] foram superiores aos preços médios na União Europeia e na Euro Área. Apesar disso, desde o segundo semestre de 2016, tem-se vindo a assistir a uma redução do diferencial entre o preço em Portugal e os preços médios da União Europeia e na Euro Área”, apontou a Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE), no relatório sobre os mercados retalhistas de eletricidade e gás natural em 2018, divulgado esta terça-feira.

De acordo com o regulador energético, a preços correntes, o crescimento acumulado em Portugal entre o primeiro semestre de 2014 e o segundo semestre de 2018, em 3,2%, “foi inferior ao verificado na Euro Área, 3,9%, e na União Europeia, 4,0%

Por sua vez, os preços finais de venda de gás natural para clientes domésticos em Portugal registaram uma “redução consistente” entre 2014 e 2018, passando a ser inferiores aos preços médios na União Europeia e na Euro Área.

“Os preços em Portugal estão abaixo dos preços médios na Euro Área desde o segundo semestre de 2016 e abaixo dos preços médios na União Europeia desde o segundo semestre de 2018”, revelou.