A OLX garante que só registou em Portugal duas situações de “potencial burla” com recurso à aplicação MB Way, no seu site de negócios. Em comunicado enviado à imprensa, a administração da empresa começa por garantir que a segurança é uma das “maiores prioridades” que tem e não é descurada, acrescentando: “Há algum tempo que estabelecemos uma parceria com a SIBS [entidade que gere os multibancos em Portugal] no sentido de lhes reportarmos qualquer tipo de suspeita de fraude por MB WAY”.

A parceria que a OLX estabeleceu com a SIBS, segundo garante o comunicado, tem como intenção aumentar a monitorização de potenciais atividades fraudulentas em negócios feitos entre utilizadores do site da OLX. Tudo isto para que a SIBS possa “atuar de imediato e bloquear quaisquer ações do número de telemóvel em questão. E, até ao momento, apenas registámos e reportámos duas situações deste género“.

Antes, a PSP (Polícia de Segurança Política) tinha emitido um comunicado onde dava conta de um aumento do número de burlas em negócios online — e “em sites dedicados a este tipo de comércio”, como “OLX, CustoJusto, entre outros” — com recurso à aplicação MB WAY. Na sua conta oficial no Facebook, a PSP listava já este ano “135 registo de burlas”, um número superior ao do ano anterior (“88 registos”).

No comunicado agora emitido pela OLX, lê-se: “Para além do contacto direto com a SIBS, estes incidentes [tentativas de burla] são sempre reportados diretamente às autoridades portuguesas. Aliás, trabalhamos de perto com a PSP e a PJ com o propósito de, em primeiro lugar, evitar estas situações ou, caso não seja possível, detetá-las rapidamente e permitir que estas possam agir em conformidade”.