Pelo menos cinco pessoas morreram este sábado após a explosão de um engenho que estava numa viatura em Bagdad, capital do Iraque, perto do local onde têm estado a decorrer protestos desde o dia 01 de outubro.

Segundo o Ministério do Interior local, a explosão, que ocorreu perto da praça de Tahrir, causou pelo menos cinco mortos e 25 feridos.

Desde 01 de outubro que dezenas de milhares de manifestantes tomaram as ruas, indignados com o que apelidam de corrupção generalizada, com a falta de oportunidades de emprego e com os serviços básicos pobres, apesar da riqueza em petróleo do país.

As manifestações têm ocorrido sobretudo nas praças Tahrir e Khilani, na capital iraquiana, e nas províncias predominantemente xiitas do sul, no seguimento de medidas rígidas das forças de segurança iraquianas para acalmar os protestos.

As manifestações já causaram pelo menos 320 mortos e milhares de feridos.