O presidente da Reserva Federal, Jerome Powell, disse esta segunda-feira ao presidente norte-americano que as decisões de política monetária são tomadas independentemente das considerações políticas, durante uma reunião na Casa Branca, indicou a Fed em comunicado.

Durante o encontro com Donald Trump, Jerome Powell lembrou que os membros do comité de política monetária continuarão a tomar as suas decisões em conformidade com as prerrogativas legais de apoiar o emprego e a estabilidade de preços, segundo o comunicado do banco central. As decisões “baseiam-se apenas numa análise prudente, objetiva e não política”, acrescenta o texto.

Por sua vez, Trump afirmou, numa mensagem na rede social Twitter, que teve “uma reunião muito boa e muito cordial na Casa Branca com Jay (Jerome) Powell”, num tom amistoso, pouco habitual quando se refere à Fed.

“Falámos de tudo, incluindo das taxas de juro, de taxas negativas, da inflação baixa, do reforço do dólar e dos seus efeitos no setor de manufatura, no comércio com a China, a UE e outros”, acrescentou Trump, que tem feito violentas críticas às decisões da Fed e à liderança de Powell, que ele próprio nomeou.

Há alguns meses, Trump declarou no Twitter que lamentava essa nomeação e responsabilizava a Fed pelo abrandamento da economia dos Estados Unidos.

Na reunião desta segunda-feira, que decorreu a pedido do presidente e teve como objetivo discutir economia, crescimento, emprego e inflação, esteve também presente o secretário do Tesouro, Steven Mnuchin, precisou a Fed, acrescentando que as declarações de Powell estiveram em linha com o que afirmou no Congresso na semana passada.

“Não foi discutido o que se espera em matéria de política monetária, salvo para sublinhar que a trajetória da política vai depender inteiramente das informações recebidas que tenham influência nas perspetivas económicas”, insistiu o banco central.