Meghan Markle, a duquesa de Sussex, ainda não é cidadã britânica, apesar de, alegadamente, ter feito o pedido há dois anos, depois de anunciado o noivado. Um porta-voz do Palácio de Kensington disse ao MailOnline que “o processo pode levar vários anos”.

Apesar de casada com o príncipe Harry, sexto na linha de sucessão ao trono, Meghan Markle terá de passar pelo processo normal de pedido cidadania como todos os outros emigrantes. Enquanto não for cidadã britânica não poderá votar, lembra o jornal The Sun, mas a verdade é que os membros da família real optam, normalmente, por não o fazer.

A norte-americana pode ter feito o pedido de cidadania enquanto mulher de um cidadão britânico, cujo requisito é que se casem dentro de seis meses — o que neste caso aconteceu, o casamento aconteceu em maio de 2018. Se assim foi, terá de esperar três anos e cumprir todos os requisitos para lhe poder ser atribuída a cidadania britânica.

Entre os requisitos estão: saber falar inglês, fazer prova de residência permanente, responder a questões sobre a vida no Reino Unido e não ter passado mais de 270 dias fora do país.

O filho do casal, Archie Harrison, por sua vez, é automaticamente cidadão britânico por ter nascido no país. Mais tarde, e porque Meghan nasceu e cresceu nos Estados Unidos, pode ser pedida dupla nacionalidade para a criança.