“Bear”, um cão obsessivo-compulsivo, tem uma missão: ajudar a encontrar e salvar coalas feridos nos mais recentes incêndios florestais que têm devastado a Austrália.

Segundo a Reuters, este cão normalmente procura animais selvagens doentes ou feridos para fins de conservação de espécie em condições mais calmas ao abrigo de um programa patrocinado pelo Fundo Internacional para o Bem-Estar dos Animais (International Fund for Animal Welfare).

Até agora, o pastor australiano tinha salvado dezenas de coalas em necessidade para fins de pesquisa, mas desde os fogos florestais no início deste mês “Bear” não encontrou mais nenhum coala.

“Com a mudança climática, perda de habitat e doenças, os coalas estão a enfrentar muitas ameaças”, explicou à Reuters uma especialista da Universidade Sunshine Coast em Queensland, na Austrália.

A académica, que também cuida de “Bear”, referiu que estas missões são mais perigosas, mas que o cão tem usado meias protetoras nas patas para percorrer as áreas queimadas pelo fogo. Nas últimas semanas, os incêndios florestais devastaram cerca de 1 milhão de hectares de terras agrícolas e florestas na costa leste da Austrália, matando quatro pessoas e destruindo centenas de casas. A população de coalas do país também tem sido uma das grandes vítimas das chamas, com mais de 350 animais mortos.