Observamos Boas Causas. É com este lema que o Observador, juntamente com os parceiros comerciais e todos os leitores que se queiram juntar a causa, pretende ajudar a Associação Banco do Bebé.

Para o conseguir, até ao final de dezembro, desafiamos os nossos parceiros a comunicarem no nosso jornal a causa solidária que apoiam, revertendo 10% da receita desse conteúdo para uma “conta solidária”. Do total angariado, o Observador compromete-se a comprar bens essenciais para a Associação Banco do Bebé — uma instituição de solidariedade social (IPSS) que pretende apoiar, de forma sistemática, famílias de crianças recém-nascidas com problemas económicos, sociais e de desenvolvimento.

Para envolver também toda a comunidade Observador, deixamos o desafio aos nossos leitores e colaboradores: deixar donativos em género (ou enviar por correio) para poder ajudar esta causa, até 31 de dezembro, na sede do Observador (Rua João Saraiva, 7, 1700-248 Lisboa).

Do que precisa o Banco do Bebé:

  • Roupa dos 0 aos 2 anos (em bom estado e lavada);
  • Roupa de cama de criança até 2 anos (em bom estado e lavada);
  • Leite em pó etapa 1 e etapa 2 (principal necessidade);
  • Produtos de higiene de bebé (como gel de banho, creme hidratante e creme muda-fraldas);
  • Fraldas do n.º1 a 4.

Observe Boas Causas e contribua para elas. Contacte-nos: obslab@observador.pt.

#observamosboascausas