Foi detido esta noite detido em Sintra o diplomata guineense que terá atirado ácido sulfúrico à cara do companheiro de uma ex-namorada. O homem foi detido em Sintra, onde residia, numa operação de alto risco da PSP que envolveu uma abordagem ao carro que conduzia — sem carta. A TVI24 avança ainda que o homem não colaborou com as autoridades na altura da detenção.

A PSP já tinha tentado deter o homem que, na altura (domingo, dia 10 de novembro), exibiu um passaporte diplomático que impediu a sua detenção face à condição de imunidade diplomática que lhe estava atribuída. A PSP recorreu ao Ministério dos Negócios Estrangeiros para tentar levantar a imunidade e viu o pedido satisfeito há dois dias.

O homem, que tem já antecedentes por suspeitas de violência doméstica, é suspeito de homicídio.