O líder dos Coldplay anunciou esta quinta-feira que o grupo musical britânico adiou a digressão de apresentação do seu novo álbum, que é publicado na sexta-feira, para ser o mais limpa possível e ter um balanço carbónico neutro.

“Vamos dar tempo, nos próximos dois anos, para fazer com que a nossa tournée seja não apenas respeitadora do ambiente, mas que tenha também um impacto positivo”, declarou Chris Martin, em entrevista à BBC.

Em relação à divulgação do seu oitavo álbum, chamado Everyday Life, o cantor avançou que quer que a nova digressão da banda tenha um balanço carbónico neutro. “O mais difícil vai ser a aviação”, admitiu, mas “o objetivo vai ser, por exemplo, ter uma tournée sem qualquer plástico ou alimentada em grande parte pela energia solar”.

Quando divulgou o álbum anterior, A Head Full of Dreams, o grupo realizou 122 concertos no mundo inteiro, o que lhe proporcionou uma receita superior a 500 milhões de dólares (452 milhões de euros). Desta vez, o grupo optou por dar, por enquanto, dois concertos, retransmitidos de forma gratuita na rede social Youtube.

Os Coldplay vão atuar na capital jordana, Amã, ao nascer e ao por-do-sol, para ilustrarem as duas faces do novo CD, informou a BBC.

No mês passado, o grupo criou a surpresa ao revelar os títulos do novo trabalho na secção dos pequenos anúncios de um jornal galês.

A banda vai ainda dar um único concerto na segunda-feira no Museu de História Natural de Londres, cujas receitas vão ser entregues a uma associação de defesa do ambiente.