Justine Dupont surfou no dia 13 de novembro a maior onda da sua carreira, que pode também ser a maior onda do mundo surfada por uma mulher. A surfista apanhou uma onda que teria, estima-se, mais de 20,7 metros na Praia do Norte, na Nazaré, sem qualquer problema, ao contrário de outros desportistas que acabaram por cair, avançou o La Vanguardia.

“Já estávamos na água há quatro horas. Estávamos a congelar e queríamos sair. O nosso amigo André, que estava na falésia com o rádio, disse-nos que estava a chegar um set grande. Vimo-lo e decidimos ficar mais um bocadinho. Assim que o Fred [namorado de Justine] me disse para ir para a água, vi a onda. Parecia enorme!”, explicou Justine Dupont, de 28 anos, à Surfer Today.

Para já, sabe-se que a atleta atingiu uma velocidade de 66 quilómetros por hora, mas a surfista francesa terá de esperar até maio para saber a altura certa da onda, que será revelada nos Big Wave Awards da World Surf League.

“Quando larguei a corda, senti que estava a ir mais rápido do que o normal. A GoPro dava 66 km/h. Estava a voar. A minha prancha estava a comportar-se lindamente. A sensação de ter algo tão grande atrás de mim foi tão esquisita. A sombra do lip estava muito à minha frente. Queria tanto descer a onda e surfá-la até ao fim”, recordou a atleta ao mesmo site de surf, acrescentando que está espantada por ter conseguido surfar uma onda tão “intensa”, que classificou como “a melhor onda” da sua vida.

O recorde de maior onda do mundo surfada por uma mulher pertence atualmente à brasileira Maya Gabeira, que bateu o recorde em outubro de 2018 com uma onda de 20,72 metros, também na Nazaré.