O fundo de investimento BlackRock reforçou a sua posição na Jerónimo Martins para mais de 2%, passando a ter uma participação qualificada, foi esta sexta-feira comunicado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

“A Jerónimo Martins SGPS, S.A. informa que, no dia 22 de novembro de 2019, a BlackRock, Inc. lhe comunicou que passou a deter direitos de voto superiores ao limite de participação de 2%”, lê-se no comunicado remetido ao mercado.

De acordo com o documento, após esta operação, a BlackRock passou a deter 1,97% de direitos de voto associados a ações e 0,05% através de instrumentos financeiros, totalizando uma participação de 2,02%.

Esta posição foi alcançada na quinta-feira.

O fundo de investimento tinha deixado de ter uma participação qualificada na empresa em setembro.

Na sessão desta sexta-feira da bolsa, a Jerónimo Martins subiu 0,45% para 14,65 euros.