O candidato independente às eleições presidências da Guiné-Bissau Carlos Gomes Júnior disse este domingo estar confiante na vitória, depois de exercer o seu direito de voto no centro da capital guineense, Bissau.

“Estou confiante na vitória para tirar o país da situação de miséria que está”, disse aos jornalistas Cadogo, nome pelo qual é conhecido o antigo primeiro-ministro guineense, depois de exercer o seu direito cívico.

Mais de 760 mil eleitores são hoje chamados a votar nas eleições presidenciais na Guiné-Bissau, escolhendo entre 12 candidatos quem irá suceder a José Mário Vaz, que se recandidata ao cargo.

As urnas para eleições presidenciais na Guiné-Bissau abriram este domingo às 7h00 em todo o país e encerram às 17h00 (mesma hora em Lisboa).